Salário emocional: saiba o que é e invista na sua empresa.



Ao anunciarem uma vaga de emprego, empresas priorizam falar de salários e benefícios e usam esses como os principais artifícios para atrair cada vez mais candidatos. Porém, hoje em dia, quem está no mercado quer muito mais do que simplesmente ganhar dinheiro ou ter mais benefícios. É por isso que os gestores estão cada vez mais atentos ao chamado “salário emocional“.
O salário emocional é um termo bem novo e até pouco usado. É um salário que não tem muito a ver com o valor monetário, mas sim com valores não tangíveis que o funcionário recebe, um valor percebido muito maior que o salário no final/início do mês.
Para saber mais sobre o salário emocional, leia o artigo.

O que é o salário emocional?
A definição de salário emocional pode ser dita como um “conjunto de incentivos emocionais que proporcionam um clima positivo e fazem com que os colaboradores se envolvam com a empresa, aumentando o comprometimento e a produtividade”
Ou seja, pode ser entendido como benefícios entregues aos colaboradores de uma organização onde não há ligação direta com valor financeiro e sim com valores não tangíveis, como o ambiente de trabalho, a disposição e comunicação entre operacional, tático e estratégico, qualidade de vida no trabalho, dentre outros.
O salário emocional também está ligado a fatores emocionais e motivacionais, fazendo parte da estratégia das empresas para que os funcionários da mesma se mantenham produtivos e queiram permanecer na empresa.
Entre os exemplos a serem levados em conta pelo salário emocional, estão o (a):
- Bem-estar psicológico
- Saúde
- Cultura
- Meio-ambiente
- Vitalidade comunitária

Por que aplicar na sua empresa?
Para manter a motivação, estimular o envolvimento e conseguir um bom desempenho dos colaboradores.
Aposte em formas de reconhecer e premiar os funcionários por meio de ações que estimulam as emoções positivas. Nesse contexto, o salário emocional se torna um grande aliado das corporações.
A atuação da área de Recursos Humanos de uma empresa é decisiva no processo de motivação e retenção de pessoas através do salário emocional. Isso deverá levar o tema de forma estruturada para o grupo que tem a responsabilidade pelas decisões mais importantes e estratégicas da empresa.
Tenha em mente a motivação dos seus funcionários através do salário emocional, mas sem esquecer ou ignorar salário líquido e os benefícios, que também devem ser oferecidos de forma justa.



Nenhum comentário